O que fazer Infecção urinária durante a gravidez?

0

Toda gravidez exige cuidados e atenção, por isso, mesmo o que parece ser um problema simples e, até mesmo, comum, não deve ser subestimado, como uma infecção urinária, por exemplo.

Felizmente, a infecção urinária pode ser tratada e prevenida com sucesso.

O problema, no entanto, é quando ela não apresenta sintomas, ou os mesmos são confundidos com os de alguma outra condição.

Por isso, é sempre bom ficar muito atento, já que infecção urinária durante a gravidez é bastante comum, sendo normal, pelo menos, passar por um episódio de infecção urinária, já que as muitas alterações que ocorrem no organismo da mulher, durante esse período, acabam favorecendo o desenvolvimento de bactérias no trato urinário.

Dentre todos os sintomas, os mais comuns são ardência ao urinar, desconforto na parte baixa do abdômen e vontade constante de urinar em pequenas quantidades, ao longo do dia. E, em casos mais graves, é possível observar, também, dor na lombar, febre e até comprometimento dos rins. Por isso, todo cuidado é pouco com qualquer sintoma fora do normal.

Riscos da Infecção Urinária

O fato é que toda gravidez deve ser acompanhada por um profissional, e isso porque, apesar de gravidez não ser doença, ser uma condição natural, ela envolve uma série de transformações físicas, hormonais e até psicológicas, em toda mulher.

E mesmo que infecção urinária seja algo muito comum durante as gestações, ela também exige cuidado e atenção, pois no caso de uma progressão do quadro, isso pode levar até ao trabalho de parto prematuro. 

Por isso, é preciso não se descuidar dos cuidados nessa fase, fazer o acompanhamento pré-natal, realizando os exames de urina a cada trimestre da gestação.

No mais, mesmo parecendo assustadora, se tratada adequadamente, a infecção urinária não prejudica o bebê, podendo ser facilmente tratada com antibióticos, como a Cefalexina. 

Por isso, é preciso iniciar o tratamento assim que surgirem os sintomas, evitando que a infecção possa se agravar e, aí sim, vir a causar, riscos para o bebê, como parto prematuro ou, ate mesmo, aborto, por exemplo.

Então, já sabe, se surgirem sinais de desconforto urinário, não deixe de consultar o obstetra ou o ginecologista para fazer um exame de urina e iniciar o tratamento, caso o médico julgue necessário.

 

Causas da infecção urinária na gravidez

É importante saber que, naturalmente, as mulheres já são suscetíveis à infecção urinária, e isso por terem a uretra curta e localizada em um ambiente potencialmente contaminado, e com a alteração imunológica, própria das mulheres em período de gestação, isso favorece ainda mais a ocorrência de infecções urinárias nesse período.

Aliás, é sempre bom ficar mais atenta à possibilidade de infecções durante a gestação, já que nesse período a imunidade está mais baixa, sendo necessário a realização de exames de urina e acompanhamento pré-natal, principalmente, porque muitas vezes a gestante pode ser assintomática, e só vir a perceber a infecção quando a mesma já está em um estágio muito avançado.

Lembrando que também é importante realizar exames para detecção de HIV, sífilis, hepatites, rubéola, toxoplasmose e da bactéria streptococcus, para evitar a contaminação do bebê.

 

Principais sintomas de infecção urinária

Como já foi dito, nem toda infecção urinária é facilmente identificada durante a gravidez, já que seus sintomas podem ser confundidos com tantos outros, comuns durante a gestação, por isso, vale a pena conhecer seus principais sintomas. Confira:

  • Dor ou sensação de queimação ao urinar
  • Urinar de forma frequente e repentina com pouca quantidade  
  • Sensação de não conseguir esvaziar a bexiga
  • Ter uma sensação de peso ou desconforto na região da bexiga
  • Urina turva ou com presença de sangue
  • Febre baixa persistente (entre 37,5º e 38º)

Como foi dito, os sintomas podem ser confundidos com algumas sensações comuns durante a gestação, por exemplo, a vontade frequente para urinar ou sensação de peso na bexiga, são sintomas bem típicos nas grávidas e que também são sintomas de infecção urinária. Por isso, é importante, sempre que identificar alguma alteração ou desconforto, consultar o obstetra ou o ginecologista, para através de um exame de urina poder avaliar se há alguma infecção e identificar o antibiótico específico para a bactéria que está causando a infecção.

O que fazer Infecção urinária durante a gravidez?

Como evitar a infecção urinária

Embora a infecção urinária seja muito comum durante a gravidez, ela pode ser evitada, para isso é preciso ingerir bastante água, redobrar na higiene e sempre urinar após as relações sexuais, mesmo sem vontade, pois isso garante que a uretra seja lavada pelo jato urinário, ajudando a prevenir a doença.

No mais, é sempre bom lembrar que a automedicação não é recomendada, principalmente, durante a gravidez, já que pode causar resistência bacteriana e tornar a doença muito mais difícil de ser contida, podendo causar riscos para o bebê, parto prematuro ou, ate mesmo, aborto.

 

Duvidas para escolher um bom Plano de Saúde confira esse artigo!

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Este site de Cursos Online utiliza cookies de acordo com sua Politica de Privacidade, e ao continuar navegando, você concorda com estas condições. Aceito Leia mais

Politica de Privacidade